domingo, 29 de julho de 2012

a-ver-livros: Isca Greenfield-Sanders para o brunch

Há coisas assim. 
Que me surpreendem mesmo quando não me espantam.

Como raio uma nova-iorquina recebe como nome de baptismo Isca?
Diz que vem de Iscah, de origem hebraica, filha de Haran, irmã de Lot. 
E significa observadora.
O equivalente judaico a Sarai, ou Sarah, ou Sara, cujos netos fundaram as doze tribos de Israel e a quem chamam Mãe de Muitas Nações. 
O círculo, porque há sempre um círculo, fecha-se quando vos digo que este quadro de 2007 se chama "Mommy and Peanuts". Leia-se, retrata a mãe da pintora - da Isca, pois -  e o cão da família.

Noutro dia, se me lembrar, falo-vos de Isca Silurum ou Isca Augusta, uma antiga fortaleza romana que, na prática, é hoje a aldeia de Caerleon, na Gales do Sul.Não que tenha alguma coisa a ver. Isca, aqui no britónico, significa água. Para o caso, o rio Usk. 

E assim, fluindo na informação, como um curso de água, se chega ao brunch de domingo. Como eu gosto.



* para conhecer melhor a pintora nova-iorquina Isca Greenfield-Sanders é só seguir o link www.iscags.com ou através da galeria www.berggruen.com/artists/isca-greenfield-sanders

Sem comentários:

Publicar um comentário