terça-feira, 21 de novembro de 2017

deja entrar Violeta Parra


Violeta Parra foi uma mulher latinoamericana comprometida com a luta dos oprimidos. "Volver a los 17", mereceu uma antológica gravação com participação de Milton Nascimento, Caetano Veloso, Chico Buarque, Gal Costa e Mercedes Sosa.

Violeta foi poeta, letrista, musicista, e teve suas obras de pinturas e esculturas expostas no Louvre numa individual realizada em 1964.

Em 1967, Violeta cometeu suicídio. Alguns podem dizer que o fato esteve relacionado com sua decepção amorosa, mas acompanhando a trajetória da mulher, artista, podemos perceber que a dor de sua alma era muito mais profunda...

Em homenagem à Violeta Parra, completando seu centenário neste ano de 2017, fiz um poema que foi musicado pela Socorro Lira, outra artista que tem tecido uma jornada contra a opressão de milhares...

A voz de uma pessoa pode ser pouca para o desafio que é elevarmos a nossa humanidade. Mas temos a chance de juntarmos vozes e deixarmos na arte o registro de que lutamos contra as injustiças. 

Agora escute a canção, e sinta-se no abraço. 

- Penélope Martins (do Brasil para a nossa ponte de leituras com borogodó) -


Deja entrar

Image result for violeta parra

deja entrar
socorro lira | penélope martins
* para Violeta
deja entrar despacito
la lengua diluida sin palabra
deja ser nada
el vacio que llena
la humedad de la boca
saca de la fruta la semilla (poesia)
deixa as mãos cheias de abismo
deixa os pés no improviso
línguas, bocas, olhos, cílios
descortina gota a gota... boca, gota, boca
a tramar esse segredo
a pele, o pelo, o fio, novelo
sem destino se demora
nas cores da aurora
||: feito pluma, feito espuma, feito dúvida,
feito alento nas cordas do pensamento :||
deixa a mordida no ombro
deixa o assombro
deixa súbita
deixa gemer pelos cantos
||: yo te extraño, tanto... tanto :||

Sem comentários:

Publicar um comentário