terça-feira, 1 de agosto de 2017

sem título


de súbito o clarão
da tua nudez colheu-me
trago a pele
de quando fomos.


Helder Magalhães


Sónia Silva

Sem comentários:

Publicar um comentário