domingo, 8 de janeiro de 2017

A História de Ferdinando, Munro Leaf & Robert Lawson

Li-o na versão portuguesa, publicada recentemente pela Kalandraka Editora Portugal.

Uma história simples, de um touro que cresceu no campo sem se interessar pelas touradas, mesmo com a promessa de um dia glorioso na arena de Madrid.

Ferdinando só queria saber do cheiro das flores, de contemplar a paisagem debaixo de uma árvore. Mas um dia foi escolhido e rumou à capital. 

Uma vez lá, sentiu o cheiro das flores que as mulheres do público traziam para a arena e não se mexeu, levando todos os participantes da tourada à loucura.

Regressou ao prado e ainda hoje está lá, contemplando as flores.

Que significado tem tudo isto? Descubram-no!


"Era uma vez, em Espanha… um pequeno touro que se chamava Ferdinando. Todos os touros da mesma idade gostavam de correr e saltar e dar marradas uns aos outros. Todos, menos Ferdinando. Do que ele gostava era de estar sossegado, a cheirar as flores...» "A história de Ferdinando" é uma alegoria pacifista e antibélica que conta com mais de 60 traduções. A KALANDRAKA recupera agora a primeira versão a preto e branco deste clássico, ainda tão atual, mas que já data de 1936. 

O lirismo da prosa, a linguagem próxima da infância e um humor muito subtil são algumas das qualidades deste texto com que Munro Leaf questiona as touradas e rejeita a violência, para além de apoiar a liberdade individual e o respeito pela diferença. Ilustrado por Robert Lawson, este álbum foi selecionado pela Internationale Jugend Bibliothek com um dos 10 clássicos em prol da paz e da tolerância."

Sem comentários:

Publicar um comentário