terça-feira, 15 de novembro de 2016

floresta-me



escrevo a tarde ferruginosa
no papel de carta
amarelecido sob os dedos
e os teus cabelos
florestam-me o coração

arde-me esta ansiedade
escarlate
de me fluíres seiva.


Helder Magalhães


Anka Zhuravleva arts

Sem comentários:

Publicar um comentário