terça-feira, 9 de agosto de 2016

veludo


o veludo da tarde à superfície
das águas as mãos em ave
à espera de um redemoinho
na corrente de ser dança.


Helder Magalhães



Anka Zhuravleva arts

Sem comentários:

Publicar um comentário