quinta-feira, 26 de maio de 2016

Primeiro parágrafo: «A confissão do Navegador», de Duarte Nuno Braga

P.V.P.: 15.90
Data de Edição: 2016
Nº de Páginas: 256
Editora: Editorial Presença
 
Há cartas que nunca deveriam ser encontradas, sobretudo quando rasgam a vida de um homem, a história de um povo, ou a glória de uma nação.

Naquele chuvoso 9 de março, em Vale do Paraíso, Duarte sentiu que se lhe acelerava o coração. Uma convocatória assinada pela mão do rei para uma missão secreta e uma reunião com Cristóvão Colombo eram acontecimentos suficientes para justificar o frenesim cardíaco.

Desceu do cavalo e dirigiu-se ao guarda com altivez, exibindo o selo real da missiva.

*para ler mais sobre o livro e o autor, siga o link para a entrevista que Rodrigo Ferrão fez para a plataforma Excelência Portugal - http://excelenciapt.com/site/?p=6253

Sem comentários:

Enviar um comentário