terça-feira, 15 de março de 2016

fímbria


a luz oblíqua goteja por sobre
a face da tarde arde-lhe
um breve sopro a eternidade
numa fímbria suspensa.

Helder Magalhães


Fotografia de Marine Loup

Sem comentários:

Publicar um comentário