domingo, 28 de fevereiro de 2016

Coisas belas

Na minha vida só procuro sentir o afeto do que é belo. Quero um verso formoso que seja alegre e triste ao mesmo tempo, uma melodia que permaneça viva no escuro e para sempre acesa em mim, e, se for possível, quero um tempo que passe suave, que chegue devagar, e que carregue, dentro de si, mais coisas belas.

Gonçalo Naves


Imagem retirada daqui;http://www.restauranteviagraca.com/ 

Sem comentários:

Publicar um comentário