segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

É do borogodó: artefato nipónico, de Adélia Prado

A borboleta pousada
ou é Deus
ou é nada.

Adélia Prado

*poema extraído da obra A Faca no Peito - e escolhido por Penélope Martins

Sem comentários:

Publicar um comentário