segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Segredos na Floresta, Jimmy Liao


Passou-me recentemente pelas mãos o livro de Jimmy Liao, um ilustrador de Taiwan. Em Portugal está publicado pela Kalandraka, uma editora que nos habitua aos melhores livros para crianças (e adultos fascinados). Segredos na Floresta fez-me pensar no imaginário da infância, quando a minha mãe saía do quarto e ficava tudo escuro. Nem tudo eram monstros terríveis, muitos dos meus pensamentos seriam assim de aventuras, como o livro, pelas jornadas longínquas das camadas mais profundas da consciência.

Um livro para pensar um pouco. Folheie o livro e depois convide uma criança a fazê-lo consigo.



Sinopse:

… Uma tarde de quarta-feira, o vento soprava enquanto eu dormia… As cortinas brancas flutuavam levemente. O Coelho Felpudo tinha chegado e assobiava-me do lado de fora da janela. Assim começa Segredos na Floresta cujas frases iniciais bastam para que o o leitor não consiga deixar de seguir a pequena protagonista, que responde ao chamamento de Coelho Felpudo para brincar com ele na floresta. Na floresta, que dissimula os seus segredos, ela lembra-se dos seus sonhos… Mas será que já não está no coração do próprio sonho? Que motivo há então para que não se divirta a confundir sonho e realidade? Que motivo há para que o leitor não faça o mesmo? As ilustrações de linhas elegantes, a cinza e branco, completam harmoniosamente este texto doce e poético, assente em frases minimalistas que dizem apenas o essencial. Uma verdadeira ode ao imaginário da infância e à poesia. Uma pura maravilha.

Sem comentários:

Publicar um comentário