terça-feira, 1 de setembro de 2015

nenúfares


saberíamos o tempo
do rútilo a cobrir as mãos
abertas na noite entre os nenúfares

como se tudo se desabotoasse
na graça que a entrega compreende
e de pétalas a brancura se eternizasse pele.

Helder Magalhães

Ana Viegas Fotografia

Sem comentários:

Publicar um comentário