terça-feira, 14 de julho de 2015

É do borogodó: um farol

um farol não é só um farol
um farol é antes uma luz que
navega os teus olhos e
faz chorar um punhado de sal
dentro de mim.
e isso, de serem teus olhos
um punhado de sal,
isso é um poema.

Penélope Martins


Anita Malfatti (1889-1964)

Sem comentários:

Publicar um comentário