terça-feira, 21 de julho de 2015

É do borogodó: a roda

A roda se afortuna de nossa sorte. Se um dia somos reis, noutro somos banquete da morte.



- Penélope Martins -

Sem comentários:

Publicar um comentário