terça-feira, 16 de junho de 2015

É do borogodó: poeminhas para crianças crescidas

E havia os dias em que me chamavas paisagem
E era só um sopro que ondulava a saia
Curvas sinuosas da renda cortina que insinuava o quarto
Por onde brincávamos de ser somente nós dois.


Penélope Martins
(em Lisboa)



Sem comentários:

Publicar um comentário