segunda-feira, 27 de abril de 2015

Snobidando: José Tolentino Mendonça

A JANELA ILUMINADA

Não chames ao mundo morada, não lhe dês um nome
pois falhas a tua Primavera
as sugestões atmosféricas tornam as paisagens equívocas...
e nunca chegamos a perceber
como avança uma história
ou uma tempestade

Diante da janela iluminada
acredita apenas na duração
do amor

José Tolentino Mendonça, in «Estação Central». Ed. Assírio & Alvim.
Fotomontagem de Hannah Höch, 1930


Acompanhe a página da Livraria Snob no Facebook. 

Sem comentários:

Publicar um comentário