domingo, 18 de janeiro de 2015

Eu poético: «deuses»

deuses

lá no cimo do monte olimpo
saem ordens e vontades expressas
para os homens.

cá em baixo
desfazem-se vidas,
soltam-se rancores,
semeiam-se ódios
e as balas matam em nome
deste /
daquele /
do outro que não grama aquele /
nem o outro.

o mundo chora
e compara mortes.

como se isso importasse muito
aos filhos que perdem os pais,
como se isso importasse
às mães que choram
os meninos que perdem.

os deuses devem estar loucos,
só pode.
give peace a chance.

Rodrigo Ferrão
Foto: Rodrigo Ferrão

Sem comentários:

Publicar um comentário