terça-feira, 6 de janeiro de 2015

como se um beijo de sabedoria

alcançar
como dizem os mais antigos
aqui na aldeia
como se um beijo de sabedoria

fulana e sicrana
finalmente alcançaram
para não falar
da bicharia que alcança
segundo as luas

urge alcançar da palavra
percorrer todo um estádio de gravidez
náuseas e desejos e larguras
e no fim do tempo de nudez dar à luz

lançar ao mundo
o que na carne se gerou
corpo e alma e espírito
a ser língua entre
o ventre dos demais

da entrega à escuridão
emergem os pingos de claridade.


(Fotografia de Mário Venda Nova)

Sem comentários:

Publicar um comentário