sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Eu poético: «Nos corredores»

Nos corredores

nos corredores dos hospitais
não há  doença,
morte,
dias contados,
despedidas.

nos corredores.
nos corredores.

nos corredores dos hospitais
não há  abandonados,
crianças entregues à sorte,
velhos que escondem as lágrimas,
médicos que gerem verdades e meias-verdades.

nos corredores.
nos corredores.

nos corredores dos hospitais
não há  silêncios,
escuridão,
frio
e cada um por si.

nos corredores.

nos corredores também há coragem,
saudade,
sorrisos,
solidariedade,
boas notícias,
amor,
vida.

nos corredores também há aniversários,
natais,
verões,
passagens de ano,
nasceres
e renasceres.

nos corredores.
nos corredores...

aprendemos o quanto amamos,
e que falta nos faz
~~~
~~
~
quem

está.

nos corredores?
nos corredores há esperança.

Rodrigo Ferrão

Foto: Rodrigo Ferrão

Sem comentários:

Publicar um comentário