terça-feira, 30 de dezembro de 2014

É do borogodó: e que venha!

(
que venha logo o tempo
que transborde o peito
que ocupe o espaço

Sem comentários:

Publicar um comentário