quarta-feira, 12 de novembro de 2014

a-ver-livros: primordial

Espero a flor da magnólia
como quem
espera
anjos em noite divina
por entre a chuva
miúda
a malhar a calçada
primordial
deuses descalços na terra molhada
sementes, abelhas
que hão-de vir
palavras que ainda não inventámos
espero a magnólia
como te espero
sei que vens 
se acabar o inverno

Ana Almeida

* para saber mais sobre a ilustradora italiana Monica Barengo
siga o link http://nikillustrazioni.blogspot.nl/

Sem comentários:

Publicar um comentário