sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Em tudo isto era feliz

Em tudo isto era feliz

Eu abria um pouco os olhos e via a janela cheia de luar
E depois fechava os olhos outra vez, 
e em tudo isto era feliz.

Fernando Pessoa
Excerto da "Ode Marítima"


Colette Saint Yves


Sem comentários:

Publicar um comentário