sexta-feira, 31 de outubro de 2014

a-ver-livros: silêncios

Porque há silêncios
que gritam
e espelhos que não reflectem
há portas
que não se abrem
e mãos que nunca se tocam
Há sonhos que nunca
se agarram
em peitos que nunca
se rasgam
saudades que nunca
se matam
por mais que feches
os olhos

Ana Almeida

foto: Ana Almeida

Sem comentários:

Publicar um comentário