segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Ary: O orgulho

O ORGULHO

Por vezes no poema
desperdiçamos tudo
e fica apenas

uma terrível faca de silêncio
um muro
uma sebe de sede que defende
a fome de ódio puro

Ary dos Santos


 

Sem comentários:

Publicar um comentário