sexta-feira, 1 de agosto de 2014

a-ver-livros: desconexo

Palavras desconexas
como o que sinto
rebaldaria cá dentro, turbilhão

não há serenidade 
na fome
nem sede de mais
que não afogue

perdoa-me o medo,
ouviste

Ana Almeida

* para saber mais sobre o pintor David Dalla
siga o link http://www.daviddallavenezia.com/english/home.html

Sem comentários:

Publicar um comentário