segunda-feira, 30 de junho de 2014

Emílio Miranda, dia 29

Retorna sempre o mesmo copo
Da mesma sede
À mesma hora
O mesmo sumo das palavras…
O mesmo silêncio preenche o vazio
Na mesma teimosa inspiração…
Só os poemas não são os mesmos…
Só eles são outra coisa…

Emílio Miranda 


Foto: Cláudia Miranda

Sem comentários:

Publicar um comentário