segunda-feira, 23 de junho de 2014

Emílio Miranda, dia 28

Trazem as palavras
Como quem vem passear à rua
Presas pela trela
Mas há sempre um olhar liberto
Em cada ruela
Onde ficam esquecidas.
E é assim que chegam
Como cães vadios
A lamber as feridas…

Emílio Miranda 


Foto: Cláudia Miranda

Sem comentários:

Publicar um comentário