sábado, 24 de maio de 2014

Emílio Miranda, dia 24

Palavras assim-assim
Dizem verdades assim-assim…
Evita-se uma guerra sem a cobiça da terra
E ganha-se o céu no dia em que se morreu…
Mentiras que tu e eu sabemos
E ainda não morremos.
É ridículo pensar-se que tudo
Acontece
Porque disso se faz alarde.

Uma cidade é triste quando anoitece
E nem sempre é alegre quando amanhece
Às vezes é tarde,
Simplesmente…
Simplesmente
Às vezes é tarde!

Emílio Miranda 


Foto: Cláudia Miranda

Sem comentários:

Publicar um comentário