quarta-feira, 7 de maio de 2014

Da Fragilidade

Da Fragilidade

Da fragilidade
Só sei dizer que mora em minha casa.
E nunca ninguém se incomodou.
Pelo contrário, levou mais abraços.   
Fragilidade: só dentro. Assusta.
E as pessoas desabituam-se dos abraços.
A (dar) braços.
Arrepios: só dentro. A maresia nos olhos: só dentro.
Rumorejar: só dentro. Borboletar: só dentro.
Só dentro. Só dentro dos avessos.
Que de frágil só de bonito conhece. E acolhe.
Traz quente para dentro. Quente por dentro.
Dentro dos avessos.
Que os vidros quebram.
Quebramos nós, cobertos de vidro.
Do vidro de quem se encosta.
Antes o ombro, de quem se encosta.
E que se encoste frágil. Para sermos ombros.

Marta Antunes


Na fotografia pode ver-se Steve Jr., filho de Steve Sipek, conhecido por ter vivido décadas com tigres.
A imagem foi cedida pela família, tirada em 1970, na sua casa na Flórida.

Sem comentários:

Publicar um comentário