quarta-feira, 9 de abril de 2014

a-ver-livros: perfume

Alongo-me na contemplação
das ervilhas de cheiro 
contrastadas na luz
implacáveis
poderosas
que invadiram o baldio abandonado
aqui à frente

Como quando finalmente me olhas 
compensa-me
o perfume que a brisa
ligeira
me traz

Ana Almeida

* para saber mais sobre o pintor turco Erdinc Altun
siga o link erdincaltun.artworkfolio.com

Sem comentários:

Publicar um comentário