sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Poema à Noitinha... uma vez mais Tomas Tranströmer

A Neve Cai

Os funerais aproximam-se 
cada vez mais densos 
como placas da rua 
quando nos aproximamos de alguma cidade. 

O olhar de mil pessoas 
na terra das longas sombras. 

Uma ponte constrói-se 
lentamente 
sempre a direito no espaço. 

*Tomas Tranströmer 
Traducão para português por Luís Costa

foto: Sara Jaques

Sem comentários:

Publicar um comentário