terça-feira, 21 de janeiro de 2014

É do borogodó: o bicho



avança furioso o olhar famigerado de paixão doentia da qual não ousa empalidecer. nada lhe dá mais prazer do que alimentar o bicho que lhe traça as entranhas.seu solfejar de amores rompidos profetiza a nova vida. lambuzada de suor, ela carrega o estigma do otimismo natural.

Penélope Martins

Sem comentários:

Publicar um comentário