sábado, 21 de dezembro de 2013

Emílio Miranda, dia 8

Conheço todas as guerras;
Já estive em todas elas
Mas ainda me surpreendo com as formas de morrer.
Receio por todos os mortos que ainda não nasceram
Por todas as guerras que ainda não se travaram…
A todas as outras já erguemos monumentos e tristes estátuas efémeras.
Para os que ainda não morreram imaginamos;
Ainda andamos a imaginar

A forma de os matar….

Emílio Miranda 

Foto: Cláudia Miranda

Sem comentários:

Publicar um comentário