domingo, 10 de novembro de 2013

«Eu, Malala» em destaque no Clube de Leitores


Malala Yousafzai é, contra sua vontade, filha do regime talibã paquistanês. Nascida a 1997, aceitou em 2009 começar a escrever um blogue para a BBC Urdu sobre o estilo de vida que estes terroristas impõem neste país. A partir daí, tanto ela como o seu pai, Ziauddin, tornaram-se alvos de inúmeras ameaças de morte, às quais foram fugindo como podiam.

A 9 de Outubro de 2012, Malala voltava da escola até que a carrinha onde viajava foi parada e sobre a jovem foram disparados três tiros. Mas Malala sobreviveu e continua a ser um alvo para os talibãs. Este é o livro sobre uma das heroínas dos tempos modernos – em 2013 foi considerada pela Time como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo e discursou perante as Nações Unidas – e ainda do seu pai que sempre insistiu para que não deixasse de dizer aquilo que queria, para que não baixasse os braços na luta pela liberdade de uma sociedade que renega as mulheres e que continua a cometer actos de terrorismo.

“Eu, Malala – A minha luta pela liberdade e pelo direito à educação”, da editorial Presença, é uma obra escrita pela própria e contou com a participação de Christina Lamb, uma famosa correspondente de guerra que trabalha para o Sunday Times. Por último, de destacar ainda que Malala foi a pessoa mais jovem de sempre – 16 anos – a ser nomeada para o Prémio Nobel da Paz.


Porque não compra o livro já no site da editora? http://www.presenca.pt/livro/nao-ficcao-e-ensaio/politica/eu-malala/

Sem comentários:

Publicar um comentário