sábado, 16 de novembro de 2013

Continuamos a descobrir Malala

Malala Yousafzai nasceu em Mingora, Paquistão, em 1997. No início de 2009 aceitou escrever um blogue para a BBC Urdu documentando a vida sob o regime talibã e a partir daí nunca mais deixou de se fazer ouvir em público em prol do direito à educação. Em 2011 recebeu o Prémio Nacional da Paz, no Paquistão. Pouco depois, tanto Malala como o seu pai, Ziauddin, ele próprio proprietário de uma escola e ativista social, começaram a receber ameaças de morte, que culminaram no atentado contra a jovem em outubro de 2012. Desde a sua recuperação, Malala tornou-se um símbolo da luta pelos direitos das crianças e das mulheres. Em 2013 foi considerada pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. Em julho do mesmo ano, discursou perante as Nações Unidas, uma honra habitualmente destinada a altas figuras de Estado.

Entre os diversos prémios com que até agora foi distinguida, destacam-se o International Children's Peace Prize, o Clinton Global Citizen Award e o Prémio Sakharov para a liberdade de pensamento, atribuído pelo Parlamento Europeu, em 2013. Malala tornou-se também a pessoa mais jovem de sempre a ser nomeada para o Prémio Nobel da Paz.

*in Eu, Malala - a minha luta pela liberdade e pelo direito à educação. 
Malala Yousafzai com Christina Lamb, Editorial Presença.

Porque não compra o livro já no site da editora? http://www.presenca.pt/livro/nao-ficcao-e-ensaio/politica/eu-malala/

Sem comentários:

Publicar um comentário