quinta-feira, 31 de outubro de 2013

É do borogodó: noite adentro

dentro do pijama de cetim ardem versos, alardeiam palavras, rompem sustenidos, transpiram pronomes, fuçam milhares de pontinhos de interrogação para os prazeres dolorosos da insônia.

Penélope Martins

Sem comentários:

Publicar um comentário