domingo, 8 de setembro de 2013

Mário de Sá Carneiro - o caderno


Temos vindo a mostrar, aqui no Clube de Leitores, páginas manuscritas de livros famosos. Hoje ofereço-vos um caderno inteiro do grande Mário de Sá Carneiro, escrito pelo seu punho. 

Um total de 32 poemas, escritos em vários locais e datas, ordenados e passados a limpo pelo poeta com vista à sua publicação e enviados ao amigo Fernando Pessoa pouco antes da sua morte, em 1916.



Basta seguirem o link que aqui anexo.
http://purl.pt/13863/2/

Demora um pouco a carregar mas, depois de aberto o caderno, lá está a letra desenhada e ansiosa do poeta. E os poemas que se destinavam ao livro "Indícios de Oiro".
Segundo explicam, Fernando Pessoa era já, desde 1913, depositário das produções de Sá Carneiro, estando incluídas em cartas versões anteriores de nove poemas desta colectânea. Após o suicídio do amigo, Pessoa foi publicando alguns poemas de Indícios de Oiro em revistas, como "Contemporânea", "Athena" e "Presença".

No entanto, a obra completa só foi editada pela primeira vez em 1937, pela Presença, com base em cópia cedida por Fernando Pessoa. Esta colectânea esteve na posse dos herdeiros de Fernando Pessoa até 2007, altura em que foi adquirida em leilão pela Biblioteca Nacional de Portugal.


Para que recordem quem foi Mário de Sá Carneiro, deixo-vos ainda o link para um meu post anterior que recorda aos meros 26 anos que viveu quem tão relevante obra nos deixou. 

www.blogclubedeleitores.com/2012/05/memoria-de-sa-carneiro




Sem comentários:

Publicar um comentário