quarta-feira, 7 de agosto de 2013

a-ver-livros: hipérbole e Oliver Jeffers

Eu amava-te
e tu amavas livros
e manhãs claras
meia dúzia de bagos de uva
entre uma página 
e outra
e aquele cheiro a papel
recheado de guloseimas
metonímias e disfemismos 
a ocasional parábola

Até que uma mão se toca
na ausência de espaço
e há um volume ao acaso
amaste-me então 
em linhas corridas
pontuadas de espuma
e hipérbole
 

* para conhecer mais sobre o ilustrador Oliver Jeffers
siga o link www.oliverjeffers.com

Sem comentários:

Publicar um comentário