sábado, 6 de julho de 2013

a-ver-poetas - com outros olhos

Na verdade, proponho-vos hoje vermos três poetas 
com os olhos do artista espanhol Sergio Albiac.

A sua arte é fazer 'auto-retratos' usando essencialmente exemplos de caligrafia das pessoas retratadas, misturando caligrafia de alguns poemas manuscritos.


PABLO NERUDA



"Não sei quem vive ou morre, quem repousa ou desperta,
mas é o teu coração que distribui
no meu peito os dons da aurora."

in "Cem Sonetos de Amor"


~*~


ARTHUR RIMBAUD



"Eu escrevia silêncios, noites, anotava o inexprimível. Fixava vertigens."

in "Délires"

~*~


CHARLES BAUDELAIRE




"Conduz-me o teu perfume às paragens mais belas;
Vejo um porto ideal cheio de caravelas
Vindas de percorrer países estrangeiros"


in "As Flores do Mal

~*~

Para conhecer mais sobre Sergio Albiac siga estes links:
www.sergioalbiac.com
www.facebook.com/pages/Sergio-Albiac


Sem comentários:

Publicar um comentário