segunda-feira, 29 de julho de 2013

a-ver-livros: da inutilidade e Olaf Hajek

É fútil e inútil
a fuga
puro malogro
frustradas são
as horas de evasão
patética a erosão
do que resta
desgasta-se a margem
crescem as águas
e nascem deuses
na barriga dos homens

* para saber mais sobre o pintor alemão Olaf Hajek
siga o link www.olafhajek.com

Sem comentários:

Publicar um comentário