quarta-feira, 10 de julho de 2013

a-ver-livros: (a)mar e Suzanne Clements

Aguardo que o rio passe
à minha porta
banhe os pés que carregam
o coração
dilua talvez as pedras
que as lágrimas deixaram
para trás

Aguardo que o leito
se erga na enchente
inunde as minhas veias
corra por mim
até à foz

E quem sabe serei
mar

* para conhecer mais sobre a pintora Suzanne Clements
siga o link art.suzanneclements.com

Sem comentários:

Publicar um comentário