domingo, 17 de março de 2013

Poema à noitinha... Johann Wolfgang von Goethe

Propriedade

Sei que nada me é pertencente
Além do livre pensamento
Que da alma me quer brotar,
E cada amigável momento
Que um destino bem-querente
A fundo me deixa gozar.


*Johann Wolfgang von Goethe, in "Canções"
Tradução de Paulo Quintela


Sem comentários:

Publicar um comentário