terça-feira, 22 de janeiro de 2013

1º Parágrafo: Sem Destino


Hoje, não fui à escola. Isto é, fui, mas só para pedir ao director de turma que me deixasse voltar para casa. Entreguei-lhe a carta do meu pai, na qual solicitava a minha dispensa, alegando “razões familiares”. Perguntou que razões familiares eram essas. Disse-lhe que o meu pai tinha sido convocado para um campo de trabalho; e não levantou mais questões.


* Tradução do Húngaro de Ernesto Rodrigues
* Prémio Nobel da Literatura 2002

Sem comentários:

Publicar um comentário