segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

citação natalinha: Moita Flores

Gaspar há muito que não andava de camelo.
A idade, os ossos, os solavancos do animal já eram peso demais para a saúde do ancião. Mandou chamar a limousine e foi ao cofre procurar um tesouro para levar a Belém. 


Era um mundo de pedras preciosas, metais raros, onde abundava ouro, prata, platina. Hesitou quando olhou os maços enormes de acções de várias companhias petrolíferas. 

Por fim, decidiu-se. Pegou em alguns maços de notas de cem dólares – o rei mago sabia que se tornara no bem mais precioso no país – e saiu.


Francisco Moita Flores




in “O Presépio de Belém” / “Outros Belos Contos de Natal”, Ediraia

Sem comentários:

Publicar um comentário